Home » * Fisioterapia

  • INTRODUÇÃO

A realidade científica mundial demonstra actualmente que, as ciências da saúde devem ser adoptadas por profissionais diferenciados e com um perfil laboral de equipa nas mais variadas áreas afins.

 

1. COMPETÊNCIAS

Entende-se por competência profissional, a capacidade de articular, mobilizar e colocar em acção valores, conhecimentos e habilidades necessários para o desenvolvimento eficiente e eficaz de actividades requeridas pela natureza do trabalho.

Competências do licenciado em Enfermagem:

– Competências na área assistencial
– Competências na área de gestão de serviços de saúde
– Competências na gestão de programas de saúde
– Competências na área de formação de pessoal de enfermagem em diferentes níveis
– Competências na área de investigação científica

Conhecimento é entendido como saber. A habilidade refere-se a um a saber fazer relacionado com o contexto, que transcende a acção meramente motora. Valor se expressa no saber ser, na atitude relacionada com o julgamento da pertinência da acção, com a qualidade do trabalho, com a ética do comportamento, a convivência participativa e solidária e outros atributos humanos, tais como a iniciativa e a criatividade.

2. OBJECTIVO

Formar Técnicos Superiores de qualidade em enfermagem, com competências, que possam assegurar o desenvolvimento tecnológico e científico dos serviços de saúde, bem como a gestão de programas e instituições de ensino em saúde.

No final do curso o profissional é capaz de:

  1. Identificar os problemas de saúde da comunidade e contribuir para a resolução na sua área de actuação;
  2. Planear, organizar, e aplicar métodos de assistência, na sua área de actuação;
  3. Efectuar, de acordo com o quadro legal em vigor, o controlo de qualidade das actividades;
  4. Avaliar a eficácia e eficiência da sua intervenção e adaptá-la, face aos resultados obtidos;

Esses estágios fazem parte integrante do programa curricular de cada disciplina de enfermagem e, serão desenvolvidos numa área de integração docente-estudante.

 

Clica neste link para ler completo – GRELHA CURRICULAR DE FISIOTERAPIA

 

 

Num outro âmbito, a formação de pessoal nos diferentes níveis de ensino de enfermagem e a realização de investigação para a sua veiculação nas diferentes áreas de intervenção torna-se fundamental.