Engenharia Informática

Engenharia Informática

A disciplina tem como objectivo dotar os alunos de conhecimentos sobre tecnologias de ponta de especificação, análise, design, implementação e manutenção de sistemas complexos de software. Em particular:

  • Dotar os alunos de conhecimentos sobre os métodos de Engenharia de Software.
  • Fornecer um tratamento preciso do “state of the art” dos métodos de desenho de software.
  • Abordar a avaliação e garantia de qualidade em sistemas de software.
  • Fornecer formação de suporte necessária à análise dos processos e ambientes de negócio.

 

No final desta unidade o aluno deverá ser capaz de:

  • Compreender as tecnologias chave e as questões metodológicas
  • Conhecer os métodos de gestão de dados e informação
  • Dominar os métodos e questões relacionadas com o desenho de sistemas
  • Manipular as ferramentas e técnicas para modelação e desenvolvimento de sistemas de informação
  • Conceitos gerais

    • Caracterização do produto software
    • Elementos base da engenharia de software

     

    Modelos de processos de desenvolvimento de software

    • Modelos linear sequencial, RAD, prototipagem, evolutivos.

     

    Métodos de desenvolvimento de sistemas.

    • Análise Estruturada, SSADM, Information Engineering, SSM, Métodos OO.

     

    Análise e Concepção Orientada para Objectos

    • Unified Modeling Language.
    • Análise e especificação de requisitos de software.

     

    Modelação de dados

    • Modelo Entidade Relação.
    • Extensões ao modelo ER.
    • Definição do conteúdo da estrutura de dados.

     

    Engenharia de Software e a problemática do desenvolvimento de software

    • Desenvolvimento de software na perspectiva OO: Rational Unified Process, Iconix.
    • Métodos ágeis: XP, Crystal e Scrum.
    • Melhoria: Níveis de maturidade(Capability Maturity Model).
    • Métricas no processo de desenvolvimento de SW.
    • Padrões de Software

     

    Metodologia

    A disciplina é leccionada em:

    • Aulas teóricas (conferências)
    • Aulas teórico-práticas (seminários e exercícios)
    • Aulas práticas (práticas laboratoriais)

     

    As aulas são compostas de uma parte explosiva, onde são apresentados os conceitos fundamentais das diferentes matérias do programa juntamente com a demonstração dos principais resultados, pretendendo-se que os estudantes adquiram uma visão global dos temas abordados e suas interligações; uma componente prática, onde os estudantes aplicarão os conhecimentos adquiridos melhorando a sua compreensão das matérias leccionadas.