Sobre Nós.

QUEM SOMOS?

O Instituto Superior Politécnico Internacional de Angola (ISIA) é uma instituição com perfil internacional, com a possibilidade dos seus certificados terem equivalência internacional, com direito a estágio nas instituições da rede pública e privada. Os seus estudantes, depois da licenciatura terão a oportunidade de fazer o mestrado no ISIA.

44524489_339307196628781_267716650273341440_o

SOBRE O ISIA

O ISIA tem a sua sede localizada na Província de Luanda, Município de Talatona, Comuna do Benfica, Zona do Kifica, ao longo da avenida Fidel Castro  – via Expressa, a 3000 metros do antigo controlo. Vocacionado para ensino de qualidade, dotado de autonomia estatutária, científica, pedagógica, administrativa, patrimonial, e financeira e disciplinar nos termos da legislação em vigor. 

44524489_339307196628781_267716650273341440_o

HISTORIAL

O Instituto Superior Politécnico Internacional de Angola (ISIA) surgiu em 2011, resultante da criação da Sociedade Comercial ISIA e que veio a ser reconhecida em 2012, sob Decreto-Lei nº 168/12 de 24 de Julho no Artigo Iº, pelo Diário da Republica  nº 141. Composto por seis (6) edifícios sendo dois (2) Blocos de dois (2) e três (3) andares só em salas de aulas, um (1) edifício administrativo com três (3) pisos, secretaria e biblioteca e um edifício onde funcionará uma Clínica Institucional que servirá de apoio também para Estágio dos Estudantes internos e outras instituições em geral. 

44524489_339307196628781_267716650273341440_o

MISSÃO, VISÃO E VALORES

O ISIA tem como missão promover a produção e transmissão de conhecimentos, adequando um ambiente estável ao desenvolvimento de pessoas e a construção de conhecimentos e competências que contribuam para a sustentabilidade, através do ensino, pesquisa, extensões e gestão transformando os jovens em pessoas de bem aptas para contribuir no desenvolvimento do país.

44524489_339307196628781_267716650273341440_o

PRINCÍPIOS

  1. Garantia da cidadania, assegurando a libertada, direito e responsabilidade (individuais e colectivas);
  2. Estímulo as acções de cooperação local virado a vertente social, regional e internacional;
  3. Apoio a criatividade, tendo em vista a inovação teórica e aplicável na construção de conhecimentos;
  4. Garantia da qualidade do ensino e defesa institucional.